Tema de Redação

ATUALIDADES | O isolamento social e o aumento da violência doméstica

Equipe RND
Escrito por Equipe RND em 28 de abril de 2020
ATUALIDADES | O isolamento social e o aumento da violência doméstica
Aprenda a escrever uma Redação Nota Dez

Receba nosso conteúdo em seu e-mail:

A partir da leitura e reflexão sobre os textos de apoio abaixo, escreva um texto dissertativo-argumentativo no qual você discorra sobre o seguinte tema: O isolamento social e o aumento da violência doméstica. Caso julgue necessário, busque leituras adicionais.

Não deixe de fazer o seu brainstorm -> esqueleto -> rascunho.

TEXTOS DE APOIO

Texto 1

A pandemia de Covid-19 terá um “impacto catástrofico” para as mulheres afirmou nesta terça-feira (28) a Organização das Nações Unidas (ONU), depois de um estudo internacional mostrar que o isolamento social necessário para conter o avanço do novo coronavírus pode levar a um aumento de 20% nos casos de violência doméstica, além de mais casos de casamentos infantis e mutilações genitais de meninas. O estudo foi conduzido pelas universidades Johns Hopkins (EUA), Victoria (Austrália) e a organização internacional Avenir Health.

Com consequência da pandemia, dezenas de milhões de mulheres deixarão de ter acesso a métodos contraceptivos e milhões de meninas podem ser submetidas a casamentos forçados e à mutilação genital. Cada três meses de isolamento podem resultar em 15 milhões de casos a mais de abuso doméstico, de acordo com o Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA, na sigla em inglês), a agência da ONU que trata de questões populacionais.

As projeções salientam o que a ONU já descreveu como uma “pandemia-sombra” da Covid-19. Muitos países já relatam aumentos nos casos de violência doméstica. Ao mesmo tempo, a quarentena torna mais difícil para os serviços de proteção às mulheres chegarem a elas, isoladas em suas casas. [Leia o texto completo]

Fonte: Pandemia do novo coronavírus terá ‘impacto catastrófico’ para mulheres no mundo inteiro, alerta ONU | O Globo Celina

Texto 2

Cartilha informativa para mulheres em situação de violência doméstica em tempos de COVID-19. [ver cartilha]

Sugerimos a leitura completa do site Juntas e Seguras.

Texto 3

Pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS) detalhou os impactos perturbadores da violência sobre a saúde física, sexual, reprodutiva e mental das mulheres.

Mulheres que sofrem abuso físico ou sexual têm duas vezes mais chances de fazer um aborto, e a experiência quase dobra sua probabilidade de cair em depressão. Em algumas regiões, elas têm 1,5 vez mais chances de adquirir HIV, e existem evidências de que mulheres agredidas sexualmente têm 2,3 vezes mais chances de ter distúrbios com álcool. [Leia o artigo completo e assista ao vídeo abaixo]

Fonte: Chefe da ONU alerta para aumento da violência doméstica em meio à pandemia do coronavírus. | Nações Unidas Brasil

Texto 4

Sem suportar seus próprios conflitos interiores, o agressor os projeta em outra pessoa. Dentro de um lar, sob a tensão da pandemia e numa forçada convivência (o que não justifica comportamentos abusivos), dá para imaginar em quem a pessoa projetiva descarregará o seu curto-circuito emocional: na parte fisicamente mais fraca, ou seja, na mulher. “Eles trazem em sua psique inúmeras inseguranças”, explica a conceituada psicóloga Mariete Duarte, integrante da Clínica Maia e especializada em psiquiatria pela Universidade de São Paulo. “Para mascarar seus conflitos, agressores costumam usar drogas lícitas como o álcool, e isso pode liberar comportamentos reprimidos sob a forma de agressividade física”. Não é sem razão, portanto, que a OMS recomendou a diminuição do consumo de bebidas alcoólicas em todos os países, enquanto durarem seus respectivos distanciamentos sociais. É preciso evitar o vírus e é igualmente preciso evitar a saturação emocional de pessoas vivendo vinte e quatro horas juntas e durante dias. Apesar da recomendação da OMS, no Brasil, infelizmente, empresas de delivery registraram um aumento de 50% no pedido de bebidas alcoólicas. [Leia o texto completo]

Fonte: Em quarentena com o agressor | IstoÉ

Texto 5

Isolamento e o aumento da violência contra a mulher | Mini Saia | Saia Justa

Boa produção!

Um abraço,
Equipe Redação Nota Dez

Olá!

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *