Dica de Português

Como se livrar das “pegadinhas” nas questões de Ortografia

Professor Bartô
Escrito por Professor Bartô em 10 de julho de 2017
Aprenda a escrever uma Redação Nota Dez

Receba nosso conteúdo em seu e-mail:

Ortografia

ortografia

Do ponto de vista pedagógico, uma das práticas mais condenáveis na prática avaliativa é o que popularmente se conhece por “pegadinha”, ou seja, fazer com que o aluno erre uma questão não por falta de conhecimento do assunto, mas por falta de atenção. Na prática, a pegadinha serve para eliminar candidatos nas gigantescas concorrências dos concursos públicos e vestibulares Brasil afora. Como não cair nessas armadilhas em questões de Ortografia?

É bom observar que existem alguns temas e tópicos de conteúdos programáticos que são mais suscetíveis a esse tipo de questão. Um bom exemplo é a parte de Ortografia Oficial, que está presente em grande parte dos concursos que cobram Língua Portuguesa em seus editais.

Ortografia vem da união da palavra grega “Ortho”, que exprime a idéia de direito, reto, exato, com a palavra latina “Graphia”, que significa “escrever”. Nessa disciplina, detalhes como um acento, um hífen ou uma letra substituída podem fazer com que o candidato perca pontos significativos em sua prova.

Veja o caso das palavras “parônimas” e “homônimas”:

  • PARÔNIMAS são palavras com pronúncia e grafia semelhantes mas significado diferente. Exemplos: deferir (acatar) e diferir (adiar); tráfico (comércio) e tráfego (trânsito); flagrante (evidente) e fragrante (aromático).
  • HOMÔNIMAS são palavras que possuem a mesma pronúncia, mas significado diferente. Exemplos: conserto (correção) e concerto (apresentação); são (do verbo ser e sadio); ser (verbo e substantivo).

É muito fácil induzir o candidato a erro numa questão em que pede-se para completar uma sentença com uma palavra quando há a possibilidade da resposta ocorrer com a sua homônima ou parônima. Precisamos estar atentos a isso!

DUAS DICAS IMPORTANTES

Duas dicas para quem não quer cair nesse tipo de pegadinha. A primeira é: leia muito para assimilar a correta escrita dos vocábulos. Nessa área de Ortografia Oficial as regras são intermináveis, de modo que se torna mais eficiente deixá-las um pouco de lado e aprender a escrever através da leitura.

A segunda dica é o aplicativo da Academia Brasileira de Letras, o VOLP – Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, que contém 381.000 verbetes, as respectivas classificações gramaticais e outras informações conforme descrito no Acordo Ortográfico. É possível instalar no celular!

Por último, sugiro que leiam este artigo com várias dicas sobre Ortografia. Livre-se das armadilhas nas questões desse importantíssimo tema da Língua Portuguesa.

(Texto escrito por Danilo Nascimento, do Segredos de Concurso)

 

Conheça mais posts com Dicas de Português.

Olá!

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *