Tema de Redação

SEGURANÇA PÚBLICA | Valorização policial

Equipe RND
Escrito por Equipe RND em 10 de maio de 2022
SEGURANÇA PÚBLICA | Valorização policial
Aprenda a escrever uma Redação Nota Dez

Receba nosso conteúdo em seu e-mail:

A partir da leitura e reflexão sobre os textos de apoio abaixo, escreva um texto dissertativo-argumentativo no qual você discorra sobre o seguinte tema: Como valorizar as carreiras policiais? Caso julgue necessário, busque leituras adicionais.

Não deixe de fazer o planejamento da sua redação.

TEXTOS DE APOIO

Texto 1

Para falar de valorização policial, motivação dos profissionais e reconhecimento do bom trabalho realizado é preciso discutir o trabalho policial em si. A profissão policial apresenta uma série de desafios que tornam sua atuação especialmente difícil. No campo da segurança pública, espera-se que os profissionais realizem serviços complexos e que envolvem recorrentemente interações com pessoas. Ainda que novas ondas de tecnologia cheguem de forma crescente à área, o trabalho dos policiais ainda será, por muito tempo, um serviço que demanda relações diretas e presenciais entre indivíduos. (…)

Apesar dos profissionais da segurança pública serem conhecidos pelo trabalho vinculado ao uso da força, na maior parte do tempo, o policial não precisa fazer uso dela. No dia a dia, as habilidades mais
usadas são a disposição para ouvir atenta e pacientemente as pessoas, a capacidade de acalmar uma situação em que os ânimos estão acalorados e a mediar conflitos. Além disso, existe uma série de funções nas instituições nas quais é raro que o policial precise utilizar armas ou força física, como por exemplo, ao analisar as dinâmicas criminais de uma determinada área ou atender quem chega à uma delegacia para registrar uma ocorrência. Apesar do trabalho policial exigir, em alguns momentos, que o profissional demonstre coragem para agir, isso ocorre de maneira muito pontual em sua rotina e é mais comum em alguns setores específicos da instituição policial. Portanto, uma política de valorização precisa considerar essas diferentes dimensões do trabalho para que incentivos corretos possam ser planejados e equilibrados. Sabemos que o policial está no centro de uma política de segurança pública bem sucedida e por isso, além de rigorosamente selecionados, eles precisam ser bem preparados e ter condições de trabalho adequadas. Além da formação, o comportamento do policial também é influenciado pelos incentivos que as instituições dão aos seus profissionais. Por isso, compreender e discutir o que é valorizado e reconhecido pelas polícias é tão fundamental para o resultado do trabalho policial.

Historicamente, o trabalho policial é enaltecido pelos atos de coragem exercidos por seus profissionais, passando a mensagem tanto para os policiais como para toda a sociedade de que o trabalho de polícia se resume aos atos de heroísmo. Essa adesão ao espírito guerreiro, que apenas valoriza os profissionais que estão dispostos a se envolver no que se considera uma “violência justa”, é o comportamento mais incentivado dentro das instituições policiais. (…)

Quando a instituição coloca todas as fichas de valorização e reconhecimento nesse tipo de atitude, que, na prática, corresponde aos atos de bravura, deixa de incentivar habilidades fundamentais para o trabalho policial. Entre as boas práticas estão o bom atendimento ao público, a excelência técnica para a investigação de crimes, as ações de inteligência para prevenção da criminalidade e a melhoria da relação com a comunidade.

Além disso, muitos profissionais padecem por não atenderem às expectativas do guerreiro, isto é, aquele que não adoece, que não sente medo e que é invencível. Não é à toa que a saúde mental dos profissionais da segurança pública é um tema de grande preocupação.

(…) uma agenda abrangente de valorização policial precisa cuidar do policial, incluindo a atenção à sua saúde física e mental, criação de programas de treinamento e capacitação que desenvolvam as competências para atuar nas diversas dimensões da segurança pública e, principalmente, que motivem o policial a desempenhar todas essas funções.

Fonte: O reconhecimento como um estímulo a boas práticas: uma agenda de valorização policial / Instituto Igarapé + República.Org

Texto 2

A valorização das carreiras policiais depende do reconhecimento delas como estruturantes e essenciais ao Estado Democrático. Reconhecimento que ocorreu com a finalidade de proibir-lhes o direito à greve, mas não ocorre com a finalidade de valorizá-las ou dar-lhes as proteções e garantias necessárias ao desempenho de seu papel e à proteção de suas famílias.

Enfim, (…) a reestruturação salarial das carreiras policiais é, sim, muito necessária, mas é apenas um dos aspectos de valorização almejado por estes profissionais, que anseiam ainda por segurança jurídica e legislativa na execução de suas atividades.

Fonte: ROHLFS, Waldo. Afinal, como valorizar as carreiras policiais? / Fonte Segura – Fórum Brasileiro de Segurança Pública

Texto 3

A literatura sociológica refere que valorização profissional está diretamente ligada ao papel social desenvolvido pelo sujeito por meio de modelos de comportamento, responsabilidades, expectativas e privilégios e associada à avaliação, por meio de um julgamento formado através de complexos filtros perceptivos: (1) características prévias sobre as pessoas ou grupos que desempenham determinado papel; (2) valores, expectativas, normas e convenções; (3) há casos (como o da polícia) em que o papel entranha tanto a identidade do profissional que chega a definir o que ele é, como age e o que pensa; (4) determinados papéis sociais proveem as pessoas com oportunidades que lhes propiciam positividade para o enfrentamento de dificuldades e problemas; (5) e, por fim, existe relação entre identificação e apreciação social do papel exercido: quanto mais os profissionais são percebidos positivamente pela sociedade e por sua instituição mais tendem a valorizar os papéis desempenhados, num movimento cumulativo entre reconhecimento e resiliência.

Fonte: MINAYO, Maria Cecília. Valorização profissional sob a perspectiva dos policiais do Estado do Rio de Janeiro. / Artigo disponível na plataforma Scielo Brasil

Texto 4

Reportagem exibida pelo Fantástico em 25/04/2021, na qual destaca a pesquisa do Instituto Igarapé com a República.org (que você leu no texto 1 acima) sobre a importância de critérios escolhidos para valorizar policiais em diferentes instituições de segurança pública de todo o país. Clique na imagem para assistir ao vídeo.

Fonte: Levantamento aponta caminhos para uma polícia menos violenta e mais estratégica / Fantástico

Boa produção!
Um abraço,
Equipe Redação Nota Dez

Imagem: Foto de Lauro Rocha no Pexels.

Posts recentes

Olá!

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado.