Dica de Redação

Como lidar com o tempo durante a prova de redação

Ena Lélis
Escrito por Ena Lélis em 10 de dezembro de 2014
Como lidar com o tempo durante a prova de redação
Aprenda a escrever uma Redação Nota Dez

Receba nosso conteúdo em seu e-mail:

Certamente, um dos pontos que mais deixam o candidato ansioso em relação à prova é o curto tempo que ele possui para escrever a redação. Já fui concurseira e sei o nervoso que dá só de imaginar esse momento. Se formos pensar sobre os motivos que geram essa ansiedade, estarão entre eles alguns medos:

prova de redação medo tempo

Por conta disso, elenquei algumas medidas que podem ser tomadas antes e durante a prova.

Antes da prova

Leitura

Esse é um dos dois aspectos mais importantes e que merecem grande atenção no preparo para a prova. Se você não põe conteúdo “para dentro”, no momento da escrita não terá o que colocar “para fora”. Então, esteja atento aos telejornais, revistas e demais leituras, sempre buscando reflexões acerca do assunto.

Treino da escrita

Esse é o segundo aspecto mais importante da sua rotina de estudos. Tenha em mente uma verdade: você pode ser um bom leitor e dominar muitos conteúdos. Mas pode não saber como estruturá-los no papel se não treinar a sua redação. E isso é um grande problema, pois você não poderá tornar forte a sua capacidade de expressar as suas ideias. A respeito dessa potencialidade, os editais chamam de “riqueza de conteúdo”, “capacidade de expressão” e termos afins.

Preciso ressaltar um hábito que deve ser criado por você: revise o seu texto após finalizar o rascunho. Nesse momento, você perceberá falhas que acabou deixando passar no momento da primeira escrita. Vale também pedir a outra pessoa que leia o seu texto e opine sobre ele. Pode ser um amigo, o marido, a esposa, o irmão…

A propósito, o Redação Nota Dez possui como um dos seus carros-chefes a correção de redação. Podemos ajudá-lo nessa etapa importante. Saiba mais.

Cronômetro amigo

Indico aos meus alunos que, vencida a resistência de encarar o papel, depois de algumas produções, lancem mão do cronômetro. No início, pode ocorrer um pouco de tensão. Mas é melhor que ela ocorra na etapa de estudos e seja diminuída nos poucos minutos que cabem à prova.

Deslizes recorrentes

Outra atitude prioritária a ser tomada é observar, ao longo das produções textuais feitas nos meses de estudos, quais os deslizes que você mais repete. Dê-lhes atenção, estude sobre as dificuldades enfrentadas, minimize-os até que não mais existam.

Durante a prova

Esqueleto (mapa mental)

Muitas pessoas acham que o que vem antes do texto definitivo é o rascunho. Não estão erradas. Mas poucas sabem que há o rascunho do rascunho, que é o esqueleto (uma espécie de mapa mental) unido ao “brainstorm” (tempestade cerebral). É o momento em que, rapidamente, você irá escrever no cantinho do rascunho, em poucas palavras, o que precisa ser lembrado para, então, iniciar o rascunho.

Antes de escrever esta postagem, eu fiz o meu esqueleto. Ele foi composto desta maneira:

Repare que, em poucos termos, eu tracei qual linha de pensamento eu deveria seguir. E então, comecei a composição do meu texto. Na sua produção, você escreverá o esqueleto, para nele se basear e escrever o seu rascunho.

Rascunho

É fato que nem todas as pessoas utilizam-se do rascunho no momento da escrita. Essa não é a opção que eu sugiro que seja feita. No entanto, alguns candidatos possuem o hábito de escrever o texto após finalizar a prova objetiva (falo sobre isso mais abaixo). E aí, se o tempo restante for pouco, cadê os minutos do rascunho? Não há!

Então, não esqueça que a prova de redação é tão importante quanto a prova objetiva (ambas são eliminatórias) e separe essa hora para se dedicar ao seu texto. Rabisque o seu esqueleto, escreva o seu rascunho e, com muita atenção, passe a limpo para a folha definitiva.

Controle da ansiedade

Uma grande vilã no momento da prova é a ansiedade. Ela é a maior (se não a única) responsável pelo “branco” que acomete muitos nesse momento crucial. O que fazer? Aos que não têm costume, nada de tomar calmante. Você precisará estar calmo, porém ágil nas poucas horas do concurso. O exercício que eu indico são dois: 1) pensamento positivo de que você se preparou e dará tudo certo; 2) respiração lenta e profunda. A nossa respiração nos ajuda a superar momentos de ânsia, nervoso, irritação, insônia… Sabia? Veja esse artigo.

Uma pergunta que recebo muito dos leitores é: quanto tempo devo dedicar à prova de redação? Sugiro 1h a 1h10min, no limite, já contando com o texto pronto, passado a limpo. Isso vale tanto para as provas com duração de 4h quanto as de 5h, porque a quantidade de horas estará ligada à quantidade de questões objetivas. Logo, note que uma prova de 4h possui, em geral, menos questões objetivas que uma de 5h.

Um assunto de que já tratei aqui no blog e que preciso repetir nesta postagem é sobre o hábito que alguns candidatos têm de escrever a redação após a prova objetiva. Não é o que eu recomendo. O motivo é óbvio: se o tempo ficar apertado, você pode chutar as questões objetivas (só não faça isso quando a banca for CESPE!). O que é impossível de ser feito com a redação. Logo, o texto é a primeira etapa a qual você irá se dedicar quando o fiscal disser “Podem começar”.

Voltando aos 4 medos que eu escrevi no início desta postagem, seguem as soluções:

prova de redação medo tempo ansiedade

Agora tenho uma pergunta para você…

Você ficou com alguma dúvida?

Tem uma opinião diferente e quer contribuir com essa discussão?

Então deixe seu comentário abaixo. Garanto que todos serão lidos com muita atenção.

Até a próxima!

Um grande abraço,
Ena Lélis

Olá!

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

28 Replies to “Como lidar com o tempo durante a prova de redação”

Thaua Reis

Olá bom dia !!! Ena Lelis gostaria de saber se eu começo a fazer a prova pela redação ou pela objetivas ?

Ena Lélis

Olá, Thauã! Bom dia! Tudo bem?
A resposta da sua pergunta está no final desta postagem! 🙂
Forte abraço!

Pedro Bernardo

Excelente texto!

Nana Costa

Você é excelente,parabéns pelo maravilhoso trabalho.O segredo com certeza é o que relatou sobre paixão pelo curso que optou.Rsrs.Abraço!

Ena Lélis

Obrigada pelo carinho, Reivânia! Realmente é difícil desenvolver um bom trabalho quando não se gosta do que faz.
Continue acompanhando nossas postagens.
Grande abraço!

Mutti

Texto muito legal! Esclareceu bastante as minhas dúvidas, afinal o tempo sempre foi o meu “calcanhar de Aquiles!”

Abraço.

Ena Lélis

Felipe Mutti! Sempre junto! 🙂
Grande abraço!

João Ailton

Olá Ena , Boa Tarde !

Como faço para participar do grupo de estudos ? tenho um objetivo em especial o curso de formação de oficiais acompanho o seu trabalho já a um bom tempo , que por sinal é excelente. Gostaria muito de fazer parte do grupo de estudos e também do próximo curso preparatório para o concurso CFOPMBA.
Aguardo o retorno.

Obrigado!

Ena Lélis

João,
Fico feliz em saber que gosta do nosso trabalho! 🙂
Cadastre seu e-mail no grupo através deste link.
Qualquer dúvida, me escreva: contato@redacaonotadez.com.br
Grande abraço,
Ena

Gabriela

Olá, Ena
Fiquei com um curiosidade: qual a especificidade da CESPE sobre a questão dos chutes ao final do tempo? Isso faz com que seja melhor começar pelas objetivas quando for essa banca?

Muito grata pelo texto!

Gabriela

Ena Lélis

Oi, Gabriela. Tudo bem?
O comentário feito sobre a banca CESPE refere-se ao fato de que, na prova objetiva, uma questão errada anula uma certa. Logo, não é uma banca para a qual o chute deve ser considerado. Entendeu?
Um abraço,
Ena

Ena Lélis

Oi, Gabriela. Tudo bem?
O comentário feito sobre a banca CESPE refere-se ao fato de que, na prova objetiva, uma questão errada anula uma certa. Logo, não é uma banca para a qual o chute deve ser considerado. Entendeu?
Um abraço,
Ena

Edmilson dos Anjos

Excelentes explicações. Parabéns!

Edmilson dos Anjos

Excelentes explicações. Parabéns!

pedro

Ola professora Ena gostei muito desse blog, tirou minhas dúvidas e eu tenho é que ler mais. E treinar mais a escrita. Obg.

pedro

Ola professora Ena gostei muito desse blog, tirou minhas dúvidas e eu tenho é que ler mais. E treinar mais a escrita. Obg.

Ena Lélis

Que bom que gostou, Pedro! 🙂
Continue nos visitando.
Um abraço!

Ena Lélis

Que bom que gostou, Pedro! 🙂
Continue nos visitando.
Um abraço!

Leandro

Olá Ena Lélis!
Trabalho maravilhoso estou sempre acompanhando suas dicas me ajuda e muito. Minha dificuldade é de fato o tempo acabo dedicando muito a redação em detrimento da prova objetiva. Isso tem me prejudicado espero que com suas dicas eu possa melhorar.

Leandro

Olá Ena Lélis!
Trabalho maravilhoso estou sempre acompanhando suas dicas me ajuda e muito. Minha dificuldade é de fato o tempo acabo dedicando muito a redação em detrimento da prova objetiva. Isso tem me prejudicado espero que com suas dicas eu possa melhorar.

Ena Lélis

Fico feliz que esteja passando sempre por aqui, Leandro!
Grande abraço!

Ena Lélis

Fico feliz que esteja passando sempre por aqui, Leandro!
Grande abraço!

henrique

Ótimas dicas professora Ena, muito obrigado.

henrique

Ótimas dicas professora Ena, muito obrigado.

Graci Bispo da Encarnação

Olá! Tudo bem?
Só tenho que agradecer. Estou até o momento… achando tudo fantástico! Estou no lugar certo! Muito obrigada!

Graci Bispo da Encarnação

Olá! Tudo bem?
Só tenho que agradecer. Estou até o momento… achando tudo fantástico! Estou no lugar certo! Muito obrigada!

Ena Lélis

Graci! Suas palavras enchem tudo aqui de alegria! 😀 Que bom! Também estamos felizes por cuidar do seu texto neste momento. <3

Ena Lélis

Graci! Suas palavras enchem tudo aqui de alegria! 😀 Que bom! Também estamos felizes por cuidar do seu texto neste momento. <3