Dica de Redação

Conectivos para a sua redação

Equipe RND
Escrito por Equipe RND em 23 de junho de 2020
Conectivos para a sua redação
Aprenda a escrever uma Redação Nota Dez

Receba nosso conteúdo em seu e-mail:

Os conectivos (também chamados de conectores) são palavras ou expressões que, como o próprio nome diz, conectam frases, períodos, orações, parágrafos, permitindo a sequência de ideias. São, sobretudo, as conjunções (palavras invariáveis para ligar os termos e orações em um período) que permitem estabelecer essa relação lógica. Além disso, alguns advérbios e pronomes também podem exercer essa função.

EXEMPLOS DE CONECTIVOS

1 Prioridade e Relevância

Esses conectivos são muito usados no início das frases para apresentar uma ideia. Eles também podem oferecer relevância ao que está sendo apresentado.

Exemplos: em primeiro lugar; antes de mais nada; antes de tudo; em princípio; primeiramente; acima de tudo; principalmente; primordialmente; sobretudo.

2 Tempo, Frequência, Duração, Ordem e Sucessão

Esses conectivos situam o leitor na sucessão dos acontecimentos ou das ideias. Por esse motivo, são muito explorados por textos narrativos.

Exemplos: então; enfim; logo; logo depois; imediatamente; logo após; a princípio; no momento em que; pouco antes; pouco depois; anteriormente; posteriormente; em seguida; afinal; por fim; finalmente; agora; atualmente; hoje; frequentemente; constantemente; às vezes; eventualmente; por vezes; ocasionalmente; sempre; raramente; não raro; ao mesmo tempo; simultaneamente; nesse meio tempo; enquanto; quando; antes que; depois que; logo que; sempre que; assim que; desde que; todas as vezes que; cada vez que; apenas; já; mal; nem bem.

3 Semelhança, Comparação ou Conformidade

Para estabelecer uma relação com uma ideia ou um conceito que já foi apresentado anteriormente no texto, utilizamos esse tipo de conectivo. Além disso, podem ser utilizados para apontar ideias de outro texto (intertextualidade).

Exemplos: igualmente; da mesma forma; da mesma maneira; assim também; do mesmo modo; similarmente; semelhantemente; analogamente; por analogia; de maneira idêntica; de conformidade com; de acordo com; segundo; conforme; sob o mesmo ponto de vista; tal qual; tanto quanto; como; assim como; como se; bem como.

4 Condição ou Hipótese

Esses termos são utilizados em situações circunstanciais que podem oferecer hipóteses para uma situação futura.

Exemplos: se; acaso; eventualmente.

5 Continuação ou Adição

Para acrescentar algo ao texto, e que esteja relacionado com o que anteriormente foi apresentado, usamos os conectivos de continuação ou adição.

Exemplos: além disso; demais; ademais; outrossim; ainda mais; também; e; nem; não só; como também; não apenas; bem como.

6 Dúvida

Para inserir uma dúvida ou probabilidade utilizamos esses conectivos.

Exemplos: talvez; provavelmente; possivelmente; quicá; quem sabe; é provável; não certo; se é que.

7 Certeza ou Ênfase

Quando queremos ressaltar algo de que temos certeza ou mesmo para enfatizar uma ideia no texto, utilizamos esses elementos de coesão.

Exemplos: por certo; certamente; indubitavelmente; inquestionavelmente; sem dúvida; inegavelmente; com certeza.

8 Surpresa ou Imprevistos

Esses elementos enfatizam uma surpresa ou mesmo algo que não estava previsto acontecer. São muito utilizados em textos descritivos e narrativos.

Exemplos: inesperadamente; de súbito; subitamente; de repente; imprevistamente; surpreendentemente.

9 Ilustração ou Esclarecimento

Como forma de esclarecer algum conceito ou ideia apresentados no texto, utilizamos esses conectivos.

Exemplos: Por exemplo; isto é; ou seja; aliás.

10 Propósito, Intenção ou Finalidade

Nesse caso, o produtor do texto tem um propósito ou uma finalidade definida. Ou seja, ele quer apresentar o objetivo relacionado com o que almeja alcançar.

Exemplos: com o fim de; a fim de; como propósito de; com a finalidade de; com o intuito de; para que; a fim de que; para; ao propósito.

11 Lugar, Proximidade ou Distância

Advérbios de lugar e pronomes demonstrativos são algumas classes gramaticais que envolvem esses conectivos. Eles são utilizados para indicar a distância entre algo.

Exemplos: perto de; próximo a (ou de); justo a (ou de); dentro; fora; mais adiante; aqui; além; acolá; lá; ali; este; esta; isto; esse; essa; isso; aquele; aquela; aquilo; ante a.

12 Conclusão ou Resumo

Muito comum serem utilizados na conclusão de um parágrafo ou mesmo de uma redação, para resumir as ideias que foram apontadas no texto.

Exemplos: em suma; em síntese; enfim; em resumo; portanto; assim; dessa forma; dessa maneira; desse modo; logo; pois; assim sendo; nesse sentido.

13 Causa, Consequência e Explicação

Servem para explicar as causas e consequências de uma ação, um fenômeno etc.

Exemplos: por consequência; por conseguinte; como resultado de; por isso; por causa de; em virtude de; assim; de fato; com efeito; tão; tanto; tamanho; que; porque; porquanto; pois; já que; uma vez que; visto que; como (no sentido de porquê); portanto; de tal forma que; haja vista.

14 Contraste, Oposição, Restrição, Ressalva

Os conectivos de oposição, como o próprio nome indica, servem para opor ideias ou conceitos num período.

Exemplos: pelo contrário; em contraste com; salvo; exceto; menos; mas; contudo; todavia; entretanto; no entanto; embora; apesar de; ainda que; mesmo que; posto que; ao passo que; em contrapartida.

15 Ideias alternativas

Nesse caso, usamos os conectivos quando queremos citar mais de uma opção.

Exemplos: ou…ou; quer…quer; ora…ora.

Olá!

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Replies to “Conectivos para a sua redação”

maria de fatima

Olá, excelente conteúdo, muito proveitoso para a redação do enem.

RND

<3 Obrigada, Maria de Fátima!
Continue visitando o nosso blog.
Há sempre conteúdo novo por aqui.
Grande abraço!