Dica de Redação

Saiba como vencer a preguiça de escrever uma redação

Ena Lélis
Escrito por Ena Lélis em 24 de abril de 2017
Aprenda a escrever uma Redação Nota Dez

Receba nosso conteúdo em seu e-mail:

Entre os posts mais lidos do blog do Redação Nota Dez está o que eu me utilizo das palavras de Graciliano Ramos para tratar do trabalho árduo que é a escrita (ver post), esta que exige dedicação, paciência, persistência. Sobretudo persistência. E digo isso porque ouço e leio várias pessoas falarem da falta de estímulo para escrever, como se este fosse surgir como surge uma dor de barriga: de maneira marcante e indubitável. “Corre! Pega o lápis e o papel que lá vem uma redação pronta, perfeita, nota dez!” Rsrs! Brincadeiras à parte, fica a minha pergunta: você sente preguiça de escrever? Para tratar desse assunto, trago a elegância e a sapiência de Mário de Andrade, que, em suas cartas a Fernando Sabino*, disse:

(…) isso do sujeito que só se põe escrevendo ‘quando sente disposição’ é estupidez mas da miúda. (…) Não se trata de ter disposição: você é um operário como qualquer outro: se trata de ter horas de trabalho. Então vá escrevendo, vá trabalhando sem disposição mesmo. A coisa principia difícil, você hesita, escreve besteira, não faz mal. De repente você percebe que, correntemente ou penosamente (isto depende da pessoa) você está dizendo coisas acertadas, inventando belezas, forças, etc. Depois, então, no trabalho do polimento, você cortará o que não presta, descobrirá coisas pra encher os vazios, etc. etc.

Percebe que a dificuldade da escrita e a preguiça de escrever são bichos que podemos domar? Ponha-se a escrever… e saia escrevendo! Num primeiro momento, não se preocupe com vírgulas, acentos, verbos etc. Não interrompa o fluxo dos seus pensamentos. Uma vez finalizado, o texto poderá (e deverá) ser revisado. O primeiro revisor/corretor do seu texto é você mesmo. É o que Mário de Andrade chamou de “polimento”. E Graciliano Ramos descreveu como o trabalho das lavadeiras do Alagoas.

Por fim, alerto ainda para o significado de um trecho de Mário de Andrade. O que ele chama de “descobrir coisas para encher o vazio” significa nada mais do que LEITURA! Então, leia! 😉

Boa escrita! Bom polimento! Boa lavagem! Bom trabalho!

Afetuoso abraço,
Ena Lélis

*Do livro: Cartas a um jovem escritor.

Olá!

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Replies to “Saiba como vencer a preguiça de escrever uma redação”

Val

Maravilhoso texto! Vou colocar as ideias no papel e, também, claro, praticar mais a leitura para preencher os vazios… hehe

Val

Maravilhoso texto! Vou colocar as ideias no papel e, também, claro, praticar mais a leitura para preencher os vazios… hehe

Ena Lélis

Que maravilha, Val! Faz isso mesmo! Qualquer dúvida, estamos aqui.
Um abraço!

Ena Lélis

Que maravilha, Val! Faz isso mesmo! Qualquer dúvida, estamos aqui.
Um abraço!